Ácidos Orgânicos Urinários

Os distúrbios do metabolismo dos ácidos orgânicos, também conhecidos como Acidemias e Acidúrias orgânicas, formam um grupo heterogêneo de doenças metabólicas hereditárias envolvendo tipicamente vias metabólicas relacionadas com a degradação dos aminoácidos, carboidratos, e ácidos graxos. O aspecto clínico dos distúrbios do metabolismo dos ácidos orgânicos alcança uma ampla gama de apresentações envolvendo quase todos os sistemas no organismo.

Segundo Chalmers & Lawson as Acidúrias Orgânicas são as patologias mais frequentes identificadas em uma população de crianças gravemente enfermas.

A urina é o material biológico mais indicado para a investigação de Acidúrias orgânicas.

A análise dos ácidos orgânicos na urina é essencial para a investigação de erros inatos do metabolismo (EIM), assim como, para complementar a investigação de determinadas alterações encontradas nos testes de triagem neonatal.

Uma análise de ácidos orgânicos na urina pode ser capaz de identificar perfis metabólicos anormais que ocorrem em aproximadamente 150 desordens genéticas diferentes.

Em muitos casos o perfil de ácidos orgânicos urinários é bem característico da doença e o diagnóstico é relativamente fácil, em outros as alterações podem ser bastante sutis ou se apresentar de forma intermitente.

A urina contém várias centenas de ácidos orgânicos diferentes, que surgem a partir de uma multiplicidade de fontes, tanto do metabolismo normal quanto do alterado. Podem também surgir tanto a partir de medicamentos e de seu metabolismo quanto de suplementos dietéticos e fórmulas alimentares.

 

Busca DLE

Solicitação
de material

CANAL DO CLIENTE

4020-8080
Seg. a Sex. das 08h às 18h
Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.



Nossas unidades

 

 

 

 
   

Certificações

Controles de Qualidade