O Que Significa um Risco Aumentado?

Por se tratar de teste de triagem, o resultado indica a probabilidade de ocorrência de gestação afetada pelas anomalias investigadas, selecionando assim, um grupo de gestantes de alto risco para a realização de exames diagnósticos, a critério da paciente, devidamente informada e esclarecida por seu médico assistente.

Um resultado positivo indica um risco aumentado para as anomalias investigadas, embora a maioria das mulheres com resultado positivo não tenham um bebê afetado.

Um resultado negativo não exclui a possibilidade de ocorrência de anomalias cromossômicas, nem elimina a possibilidade de malformações congênitas, redução da capacidade intelectual por outras causas (síndrome do X frágil, por exemplo) ou outras doenças cujo risco não é avaliado através do teste de risco fetal, mas apenas indica que o risco de uma gestação afetada pelas síndromes de Down e Edwards e defeitos abertos do tubo neural, é baixo.

Em nossa experiência, cerca de 10% dos testes de risco fetal são falso-positivos, isto significa que uma em cada 10 mulheres testadas apesar de não apresentar gestação afetada, terá um resultado de risco positivo com indicação de amniocentese ou de biópsia de vilo corial, para fins de diagnóstico. Portanto, a grande maioria das mulheres submetidas a amniocentese ou biópsia de vilo corial, apresentará resultados normais.

 

Busca DLE

Solicitação
de material

CANAL DO CLIENTE

4020-8080
Seg. a Sex. das 08h às 18h
Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.



Nossas unidades

 

 

 

 
   

Certificações

Controles de Qualidade