Instruções de Coleta

Coletas de urina

  • Urina, amostra isolada
    • Para recém-nascidos e crianças que precisam usar saco coletor, o mesmo deve ser colocado após higienização adequada e deverá ser trocado de hora em hora, até que a criança urine.
    • A cada troca solicita-se repetir a higienização.  Por causa do volume necessário para realização do exame, às vezes torna-se necessário realizar várias coletas no decorrer do dia. Cada amostra coletada deverá ser mantida congelada.
    • Manter dieta hídrica habitual, para não diluir a amostra.
    • Colher preferencialmente, a 1ª urina da manhã em pote estéril, após jejum noturno.
    • Encaminhamento – congelado em gelo seco.

 

  • Urina de 24 horas
    • Esvaziar a bexiga ao levantar e desprezar este material. A partir deste momento, colher toda a urina emitida até o dia seguinte sem perder nenhuma porção e guardar em frasco bem limpo, que devera ser mantido no refrigerador durante a coleta. Colher a primeira urina do dia seguinte exatamente no mesmo horário do dia anterior, e juntar ao material já recolhido.
    • Enviar alíquota de 50.0 ml – congelada em gelo seco.

 

Coletas de sangue

  • Soro
    • Antes de iniciar o procedimento verificar se o paciente realizou o jejum necessário de acordo com o exame solicitado.
    • Coletar o sangue periférico em tubo sem anticoagulante;
    • Aguardar 30 minutos para haver a retração total do coágulo antes de centrifugar;
    • Centrifugar a 2200 g por 10 minutos;
    • Aliquotar de 1 a 2 ml de soro, em tubo plástico (biotubo) fornecido pelo DLE.
    • Encaminhamento – congelado em gelo seco.
    • Recusa do material: hemólise e/ou encaminhamento fora da temperatura adequada.

 

  • Plasma heparinizado
    • Antes de iniciar o procedimento verificar se o paciente realizou o jejum necessário de acordo com o exame solicitado.
    • Coletar o sangue periférico em tubo com anticoagulante heparina (tampa verde) ou seringa previamente heparinizada;
    • Centrifugar a 2200 g por 10 minutos;
    • Aliquotar de 1 a 2 ml de plasma, em tubo plástico (biotubo) fornecido pelo DLE.
    • Encaminhamento – congelado em gelo seco.
    • Recusa do material: hemólise e/ou encaminhamento fora da temperatura adequada.

 

  • Sangue total
    • Não necessita de preparo - jejum.
    • Exames realizados em sangue periférico.
    • Colher sangue periférico em 1 tubo com anticoagulante heparina (tampa verde) ou colher sangue em seringa estéril utilizando 0,1 ml de Liquemine.
    • Se o laboratório não tiver como transferir o material para um tubo estéril, é possível enviar na seringa, mas, sem a agulha, ou seja, com uma tampa específica para seringas.
    • Encaminhar no mesmo dia da coleta em caixa de isopor com gelo reciclável.
    • Não deixar o sangue em contato direto com o gelo para não congelar/ hemolisar.
    • O material colhido deve ser mantido em geladeira (2 a 8 ºC) desde o momento da coleta até o envio.
    • Volume necessário:
      • Dosagem em leucócitos – 10.0 ml de sangue total heparinizado;
      • Dosagem em eritrócitos – 2.0 ml de sangue total heparinizado.
      • Recusa do material: hemólise e/ou encaminhamento fora da temperatura adequada.

 

As análises realizadas em leucócitos serão recebidas somente de 2ª a 4ª feira até as 14 horas.

Não coletar este tipo de amostra em véspera de feriado.

 

COLETA EM PAPEL FILTRO

Veja aqui as instruções para coleta em papel filtro.
 

Busca DLE

Solicitação
de material

CANAL DO CLIENTE

4020-8080
Seg. a Sex. das 08h às 18h
Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.



Nossas unidades

 

 

 

 
   

Certificações

Controles de Qualidade