Observações gerais sobre resultados de métodos analíticos cromatográficos

As metodologias utilizadas em laboratórios analíticos podem ser afetadas por diversos fatores, gerando com isto resultados que podem diferir bastante, sem que necessariamente isto implique em um erro analítico. Dentre as principais causas responsáveis por estas diferenças, temos:

  • Amostras coletadas em horas, dias ou situações diferentes, geram resultados diferentes, pois a excreção da maioria dos analitos varia ao longo do tempo, podendo inclusive deixar de serem excretados.  A excreção de metabólitos depende da atividade residual da enzima deficiente, da carga dietética de precursores e do estado anabólico/catabólico do paciente.
  • Amostras coletadas em momento de crise aguda de descompensação ou fora deste período geram resultados significativamente diferentes.
  • Alguns analitos podem estar presentes em uma amostra e em outra coletada poucas horas depois, não ser identificado já que a excreção destes varia com a situação do paciente (medicamentos, fórmulas alimentares, nutrição parenteral, etc).
  • Alíquotas de mesma amostra analisadas por técnicas diferentes ou mesmo ditas “semelhantes”, ainda assim podem gerar resultados diferentes.
  • Alíquotas de mesma amostra analisadas por equipamentos iguais, porém, de modelos ou configurações diferentes podem gerar resultados diferentes.
  • Análises realizadas para um determinado tipo de analito por metodologias diferentes, de um modo geral, levam a resultados diferentes.
  • A comparação de resultados obtidos entre duas ou mais amostras coletadas em momentos diferentes e analisadas por dois ou mais laboratórios diferentes, produz resultados diferentes, pois foram coletadas em situações metabólicas diferentes e analisadas por metodologias diferentes.
  • Resultados analíticos envolvendo laboratórios diferentes, só podem ser comparados se:
  • A amostra analisada for uma única amostra dividida em alíquotas e manipuladas com todas as precauções necessárias;
  • Forem transportadas e entregues para análise no mesmo período de tempo, tomando os mesmos cuidados para que não sofram nenhuma alteração significativa;
  • Os laboratórios devem utilizar a mesma metodologia de processamento da alíquota da amostra, a mesma metodologia de análise e utilizarem um procedimento qualitativo e quantitativo que seja normalizado entre os mesmos.

 

Referência: “Statistics of Calibration, Measurement and Sampling” from “Trace Quantitative Analysis”, by Robert K. Boyd, Cecilia Basic, Robert A. Bethem, John Wiley & Sons, Ltd, 2008, England.

 

Busca DLE

Solicitação
de material

CANAL DO CLIENTE

4020-8080
Seg. a Sex. das 08h às 18h
Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.



Nossas unidades

 

 

 

 
   

Certificações

Controles de Qualidade